Brasil domina mercado de ecommerce na América Latina

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no pinterest
Pinterest
TEMPO ESTIMADO DE LEITURA: 2 MINUTOS

Neste artigo você irá ler:

Vendas no varejo online no Brasil, Argentina e México alcança US$ 30,9 bilhões em 2020. O ano foi bastante agitado para a América Latina: a instabilidade econômica brasileira atenuou o crescimento do comércio eletrônico no País, as eleições na Argentina aumentaram as esperanças de mudanças regulatórias favoráveis, a chegada a Amazon no México trouxe o status de o mercado que mais cresce para a região.

De acordo com levantamento da Forrester, as vendas no varejo online no Brasil, Argentina e México (os três maiores mercados) irá bater a marca de US$ 30,9 bilhões em 2020, número acima dos US$ 20,8 bilhões de 2015. A consultoria também apontou outros detalhes sobre o mercado de ecommerce para a América Latina. Confira os destaques:

Brasil continua a dominar mercado de ecommerce

As vendas online do mercado brasileiro representam, atualmente, mais que o dobro das do México e Argentina juntos. Apesar da economia (e dos problemas políticos), o varejo online continua a crescer e o mercado mostra sinais de maturidade, de acordo com a Forrester. Os compradores online no Brasil pertencem a todas as classes sociais e compram das mais diversas categorias, sendo a de roupas e calçados a com maior fatia.

Condições macroeconômicas na Argentina apresentam obstáculos ao crescimento do ecommerce

Fortes restrições de importação promulgadas em 2012 fizeram com que a importação de produtos ficasse extremamente cara e manteve investimentos estrangeiros no mercado na baía. O governo recém-eleito parece estar trabalhando para diminuir essas restrições, embora pouco tenha mudado até agora. Varejistas tradicionais locais estão impulsionando o crescimento do ecommerce e cada vez mais adicionam capacidades omnichannel para consumidores.

Número de vendas no varejo on-line e de compradores no México irá dobrar nos próximos cinco anos

Apesar de ser um mercado significativamente menor do que outros, o varejo online do México mostra potencial de crescimento no longo prazo. Com a penetração de smartphones crescente na classe média, o país está chamando atenção de varejistas online globais, mas compradores online principiantes significa que varejistas terão de conscientizar consumidores com questões como segurança de suas informações pessoais, transporte e políticas de devolução.

Compartilhe este artigo nas redes sociais

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no pinterest
Pinterest

Assine nossa Newsletter

Sobre o autor deste artigo

Rodrigo Henrik

Rodrigo Henrik

Criador e CEO do ECOMMERCE MASTERS, maior Comunidade de Ecommerce do Brasil, no Facebook, com mais de 31.800 mil membros ativos. Ajuda empresas locais a ter mais visibilidade, atrair mais clientes e aumentar as vendas.

Sobre o autor deste artigo

Rodrigo Henrik

Rodrigo Henrik

Criador e CEO do ECOMMERCE MASTERS, maior Comunidade de Ecommerce do Brasil, no Facebook, com mais de 31.800 mil membros ativos. Ajuda empresas locais a ter mais visibilidade, atrair mais clientes e aumentar as vendas.

Comente este artigo!