7 Erros no lançamento de um ecommerce B2B que você deve evitar

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no pinterest
Pinterest
TEMPO ESTIMADO DE LEITURA: 3 MINUTOS

Neste artigo você irá ler:

Pela experiência que tenho nas consultorias e trabalhando em projetos voltados à indústria de brinquedos especificamente e outros segmentos, listei 7 Erros no Lançamento de um Ecommerce B2B que muitas vezes causam falhas no lançamento de um ecommerce.

7 Erros no Lançamento de um Ecommerce B2B

1. Ignorar o design da loja e a experiência do usuário

A empresa B2B, geralmente pensam na utilidade sobre a experiência de compra do seu usuário, isso pode prejudicar a marca da empresa e a percepção de qualidade do seu site. Muitas empresas não conseguem planejar adequadamente seu ecommerce para experiência móvel, muitas lojas não abrem e não se adaptam para smartphone e tablets, com isso perde seu ranqueamento orgânico, tem baixas taxas de conversões e no geral o resultado é muito baixo.

2. Performance e Informações

Muito cuidado no design do seu ecommerce, já vi muitas lojas parecerem catálogos impressos e com imagens extremamente pesadas, banners com um peso 3 vezes maior do que todo o site e banco de dados juntos. Pode ficar muito bonito, mas se não for analisado o tempo de carregamento da sua página, com certeza a experiência será afetada. Não irá carregar em smartphones por conta da nossa velocidade 3G aqui no Brasil. Isso atrapalha muito a compra pelo ecommerce do seu cliente e do seu representante comercial.

Concentre-se também nas ações que são mais importantes para seu usuário e de fácil acesso e compreensão como regras específicas, preços especiais, meio de transporte, forma de pagamento e políticas de troca.

3. Falta de Conteúdo no Produto

A grande maioria das empresas, quando lançam sua loja virtual importam o conteúdo dos produtos do seu sistema de gestão interno ou seja, um ERP e muitas vezes este conteúdo vem apenas com descrições alimentadas por estes sistemas.

O seu cliente que é o lojista, o vendedor que vai vender para o consumidor final, precisam de mais informações sobre o produto, e o ecommerce B2B é o local certo, pois trabalhar uma descrição tanto com texto como imagem detalhada é primordial para o sucesso tanto da empresa B2B quanto da empresa B2C.

Monte uma equipe para trabalhar nas descrições de seus produtos o mais cedo possível. No mínimo, colocar as seguintes informações em um arquivo de Excel:

  • SKU
  • Nome do Produto
  • Descrição do Produto
  • Nome do arquivo de imagem
  • Preço
  • Peso
  • Categoria

E trabalhar informações mais importantes do produto, diferencial, facilidades, benefícios, tendências etc.

4. Plataforma Imprópria

Não é toda a plataforma de ecommerce que entende o comércio B2B, já vi muitas empresas primeiro contratar uma plataforma sem avaliar suas necessidades mas avaliando o valor cobrado para contratação. Só que a empresa B2B necessita de regras de preços, impostos, diferenciais particulares e personalização, no qual algumas plataformas não suportam ou não tem em seu sistema.

Isso se não viabilizado anteriormente é notado geralmente depois que a loja começa sua operação, e acaba inviabilizando a operação e causando mais dor de cabeça do que solução.

5. Planejamento Incorreto

Empresas e profissionais que nunca lançaram um ecommerce B2B muitas vezes ignoram todas às etapas de planejamento necessárias para o sucesso do seu ecommerce.

Se você não tiver um trabalho completo de planejamento a implantação do seu ecommerce pode causar atrasos e aumento de custos mais tarde.

Itens básicos para um bom planejamento são os requisitos de interface do usuário, arquitetura de dados, processo de venda, integração, requisitos, impostos e regras de preço, formas de envio e manutenção continua necessária.

6. Não incluir todos os departamentos da empresa

O processo de planejamento não será completa se você não envolver todos os departamentos relevantes da sua empresa. É comum deixar o departamento de marketing cuidar da prospecção de fornecedores e profissionais para o projeto de ecommerce B2B, assim como planejar todo o processo. Nesse caso, o que vemos acontecer por exemplo é que uma regra de venda foi esquecida, pois o departamento de vendas não foi envolvido até o final do projeto.

Identificar todos os principais departamentos interessados na sua empresa e envolvê-los no processo de planejamento é muito importante, veja alguns departamentos importantes neste processo: Diretor Financeiro, departamento de TI, Marketing, equipe de vendas, gerente operacional, equipe de logística e atendimento.

7. Falha na Comunicação

Além de envolver as pessoas certas, comunicação frequente e feedback contínuo com os desenvolvedores do site são necessárias para manter o projeto no prazo e dentro do orçamento. Mesmo com o melhor planejamento, você provavelmente vai descobrir coisas que você quer fazer de forma diferente. Este é um componente natural do processo de desenvolvimento.

Ele não pode ser evitado. Isso acontece porque você aprende coisas que você não sabia antes e as coisas se tornam mais claras depois de ver o site instalado e funcionando.

O objetivo é informar os desenvolvedores do site sobre quaisquer mudanças necessárias o mais cedo possível, não quando o site está terminado e pronto para o lançamento.

Reunir semanalmente com os seus desenvolvedores, obrigá-los a fornecer um site onde você pode acompanhar o desenvolvimento, como o site está sendo construído e dar feedback cedo e muitas vezes.

Em suma, ecommerce B2B é complexo, para fazê-lo bem requer uma mistura de muitas habilidades, o design, experiência do usuário, desenvolvimento de software e marketing, bem como uma compreensão estratégica do negócio.

Evite estes sete erros para um site de ecommerce B2B eficaz.

Compartilhe este artigo nas redes sociais

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no pinterest
Pinterest

Assine nossa Newsletter

Sobre o autor deste artigo

Rodrigo Henrik

Rodrigo Henrik

Criador e CEO do ECOMMERCE MASTERS, maior Comunidade de Ecommerce do Brasil, no Facebook, com mais de 31.800 mil membros ativos. Ajuda empresas locais a ter mais visibilidade, atrair mais clientes e aumentar as vendas.

Sobre o autor deste artigo

Rodrigo Henrik

Rodrigo Henrik

Criador e CEO do ECOMMERCE MASTERS, maior Comunidade de Ecommerce do Brasil, no Facebook, com mais de 31.800 mil membros ativos. Ajuda empresas locais a ter mais visibilidade, atrair mais clientes e aumentar as vendas.

Comente este artigo!